Giornata Mondiale di Lotta Contadina 2004

Giornata Mondiale di Lotta Contadina 2004
Roma, 17 Aprile 2003
In occasione della Giornata Mondiale di Lotta Contadina, una delegazione del Comitato romano di appoggio al Movimento dei Senza Terra ha portato all'Ambasciata del Brasile la lettera che qui di seguito riportiamo, insieme a 19 rose, in ricordo dei 19 senza terra assassinati a Eldorado dos Carajás, il 17 aprile del 1996.


MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS
SEM TERRA - MST

Comitato di appoggio di Roma

Ao Senhor Itamar Franco, Embaixador do Brasil: Saudações!
"As organizações que compõem o Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo - acreditando na urgência da democratização do acesso à terra e à água - defendem a realização de uma ampla reforma agrária e o fortalecimento da agricultura familiar, pois só elas garantirão o direito ao trabalho para a população rural, historicamente excluída, e a produção de alimentos para o mercado interno, estruturando o caminho para a soberania alimentar para nosso país". (CARTA DA TERRA em defesa da Reforma Agrária e da Agricultura Familiar, Brasília, 22 de abril de 2000).

"E eu tenho dito que nós iremos fazer a reforma agrária. Podem ter certeza disso - podem ter certeza: ela vai ser feita, com a objetividade necessária, mas dentro das possibilidades em que a gente consiga fazê-la, dando prioridade àqueles que estão mais necessitados"S. (Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na reunião do Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo Parque da Cidade - Brasília-DF, 21 de novembro de 2003).

Nós, integrantes do Comitê de Apoio ao MST, de Roma (Itália), em sintonia com os anseios e esperanças do povo brasileiro, em especial dos trabalhadores rurais sem terra, dirigimo-nos ao Senhor Embaixador do Brasil, na Itália, para expressar respeitosamente o quanto segue:

  • Estamos ainda profundamente marcados pelas atrocidades ocorridas no dia 17 de abril de 1996, em Eldorado dos Carajás (Pará - Brasil): 19 sem terra foram brutalmente assassinados; muitos foram feridos e espancados. Somente dois comandantes foram condenados, mas encontram-se em liberdade esperando o apelo. As vítimas e seus familiares ainda estão à espera de que a justiça seja feita.
  • O Comitê de Apoio ao MST de Roma vem comemorar as vítimas do massacre de Eldorado, fazendo deste dia um dia de lembrança, memória e eterna gratidão a todos os que derramaram seu sangue, em todo o Brasil, em prol da Reforma Agrária e da luta dos trabalhadores. Nosso desejo é que fatos como estes jamais voltem a acontecer e que a Reforma Agrária seja realmente uma realidade para todos os Sem Terra do Brasil.
  • Recordamos com esperança e partilhamos com alegria a vitória de Lula como o presidente que tanto sonhamos, bem como seu compromisso e seu empenho com os trabalhadores rurais sem terra, em favor da Reforma Agrária.
  • Passado pouco mais de um ano do governo Lula, acompanhamos as movimentações do MST em todo o Brasil, bem como suas dificuldades, negociações com o governo, limites existentes de recursos da União para a Reforma Agrária.
  • Somos profundamente solidários com o MST e com os trabalhadores rurais do Brasil no sentido que, respeitando as instâncias e em conjunto com o governo brasileiro, possam ser dados passos concretos no sentido de que haja:
    a) Desapropriação dos latifúndios que não cumprem sua função social;
    b) Respeito aos Direitos humanos do povo brasileiro e o fim da violência;
    c) Planejamento da produção familiar, associativa e cooperativa;
    d) Um poder legislativo e judiciário em sintonia com os anseios do povo brasileiro e sem terra;
    e) Implementação de agroindústrias populares como meio de combate à fome;
    f) Controle da produção de sementes por parte dos pequenos agricultores;
    g) Desenvolvimento e criação de novas tecnologias sob o controle dos trabalhadores da terra;
    h) Garantia e igualdade de oportunidades e direitos às mulheres e aos jovens;
    i) Proteção aos mananciais de água e não a privatização de sua distribuição.
    j) OMC, BM e transnacionais fora das decisões dos interesses do Brasil, especialmente na área da alimentação.

Cordialmente,
Integrantes do Comitê Romano de Apoio ao MST-Brasil

Roma, 17 de abril de 2004
- 8° aniversário da morte de 19 trabalhadores Sem Terra em Eldorado dos Carajás (PA)
- Dia Internacional da Luta Camponesa
- No Brasil, Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária

Il Comitato di appoggio al MST di Roma
(Aderiscono: Adista, Arci, Associazione Salvador Allende, Cigl Roma/Lazio, Cipax, Manitese, Rete Radié Resch, e singoli cittadini)